Está chegando o período de férias e, para sair do lugar-comum, existe um ponto do país onde se pode juntar uma série de sensações, como: experiências radicais, passeios históricos, exploração de incríveis paisagens, conhecimento de uma nova culinária e ainda apreciar uma linda fauna e flora. Trata-se do arquipélago de Marajó, ou Ilha de Marajó, no estado do Pará.

Ilha de Marajó - Pará

Experiências radicais em Marajó

No arquipélago de Marajó, que é composto por 3 mil ilhas, você tem a possibilidade de se aventurar nas pororocas, que é o encontro entre as águas do Rio Amazonas e do Oceano Atlântico, bem como praticar lanternagem de jacarés e montar em lombo de Búfalos.

Passeios históricos

A ilha de Marajó possui trilhas abertas pelos povos extintos, que deixaram como legado desenhos em cerâmicas que inspiram artistas até hoje. O arquipélago é habitado por índios, os Marajoaras, que também deixaram o seu lado artístico e cultural na região.

Paisagens em transformação

O visitante pode acompanhar paisagens que se transformam, no verão amazônico, que ocorre de junho a novembro, pode-se percorrer campos onde pássaros diversos, como garças e guarás, se alimentam.

No inverno, que ocorre entre junho a novembro, é também a época de chuvas da região. Nessa estação há a possibilidade de passear por esses campos e ver lindos jardins aquáticos.

Praia do pesqueiro Ilha de Marajó - Pará

Ilha de Marajó no Pará

Ilha de Marajó

Ilha de Marajó pa

Por do sol em Marajo

Culinária

Outro atrativo é para aqueles que se encantam com uma rica culinária típica. O viajante pode se deliciar com queijos de leite de búfala, além de uma grande fartura de peixes e frutas.

Fauna e flora

A região de Marajó propicia ao turista a oportunidade de conhecer uma grande diversidade de fauna e flora que tornam o lugar muito cobiçado. Há sítios arqueológicos, lagos, pântanos, manguezais e praias fluviais, que tornam Marajó um lugar ideal para quem é praticante do ecoturismo; porque o aventureiro pode começar a praticar a modalidade desde o trajeto que o leva até ao arquipélago, de barco.