Quando alguém fala em Copacabana, não lembra apenas da praia. É impossível não vir à mente o calçadão, um dos símbolos do Rio de Janeiro. O Calçadão de Copacabana é também um lindo cartão posta da cidade.

 Calçadão de Copacabana RJ

Calçadão de Copacabana história

Possivelmente a maioria das pessoas que por ali circulam não conhece a sua história e nem imagina que o traçado curvilíneo que faz sucesso internacionalmente é inspirado na Praça Rócio, localizada em Lisboa, Portugal.

Foi durante o governo do prefeito Pereira Passos que o calçadão foi construído. As famosas pedras calcita branca e basalto negro vieram de Portugal em 1906. Os profissionais, calceteiros, também vieram importados de lá. A curiosidade é que foram tantas as pedras vindas do outro lado do Atlântico que ainda sobraram o bastante para calçar a Avenida Rio Branco por inteiro. Em seguida jazidas foram descobertas por todo o Brasil.

Com 4,15 quilômetros de extensão, o calçadão vai da praia do Leme até a praia de Copacabana. Não dá para visitar o Rio de Janeiro sem tirar uma foto ou filmar esse cenário pra lá de famoso.

Calçadão de Copacabana – Fotos

Calçadão de Copacabana RJ

Calçadão de Copacabana RJ

Os calceteiros portugueses, quando foram construir o calçadão, não deram continuidade ao padrão do movimento das ondas. Elas não eram tão curvas e nem muito perpendiculares às ondas do mar. Quando houve uma grande ressaca no início dos anos 30 e que destruiu grande parte do piso, foi adotado o paralelismo. E nos anos 70, na grande reforma protagonizada pelo arquiteto Burle Marx, foi duplicada a pista e a extensão da praia. Foi ele o grande responsável por refazer a orla.

O resultado foi que Burle Marx manteve o desenho das curvas e propôs o paralelismo às ondas do mar. As curvas foram sensualizadas e ampliadas até o limite do calçadão. Sem dúvida, esse é um autêntico cartão postal.

Visite o Rio de Janeiro e não economize nas fotos, você não vai se arrepender!

Mais pontos turísticos do Rio de Janeiro