O Museu do Ceará foi criado em 1932 e vem a ser o primeiro museu público cearense. Atualmente ele está localizado no antigo prédio da Assembleia Legislativa, ao lado da Praça dos Leões, bem no centro de Fortaleza. Com toda sua memória cultural, a missão do Museu é “fomentar o pensamento crítico sobre a História do Ceará”.

Museu do Ceará

O Museu do Ceará conta a história do seu povo

O acervo do museu é bastante variado e impressionante, contando com aproximadamente 13 mil itens, divididos em três grandes coleções que contam a história do Ceará: Paleontologia, Arqueologia/Antropologia, Indígena e Mobiliário.

Uma das atrações é o Memorial Frei Tito, figura expoente do Estado do Ceará e que lutou ativamente pela garantia dos diretos humanos. Foi alvo da ditadura militar.

A biblioteca do Museu é composta por livros de história, literatura regional e museologia. As atividades colocadas ao dispor do visitante são diversas. Vão desde a programação de cursos, oficinas e palestras, bem como a exibição de documentários e vídeos.

Museu do Ceará escadasO Museu do Ceará também conta com várias exposições temáticas, bem variadas. São elas: memorial Frei Tito de Alencar, Fortaleza: imagens da cidade, Povos Indígenas, Artes da Escrita, Religiosidade Popular, Escravidão e Abolição Negra, Arqueologia Cearense, Símbolos e Emblemas do Poder, Placas e Plantas de Fortaleza e Caldeirão 80 anos.

 

O museu é a história viva do Ceará. Nas suas dez salas ficam expostas sete mil peças como vestimentas, cordéis, fósseis e móveis. Os fieis de Padre Cícero irão encontrar o chapéu, a batina e a bengala daquele que foi escolhido como o Cearense do Século. Um punhal do famoso cangaceiro Lampião também é um dos itens expostos à visitação.

O museu fica aberto para funcionamento de terça a sábado, das 8:30 às 17:00. Consulte os valores da entrada e as visitas programadas.