A ponte Rio Niterói é um marco da engenharia mundial. Uma das maiores pontes existentes no planeta, com 13 quilômetros de extensão e 70 metros de altura no vão central. Seu nome oficial é Ponte Presidente Costa e Silva e foi inaugurada em 1974. Desde então vem sendo o principal elo entre a capital carioca e a vizinha Niterói, no interior do Estado.

O tráfego na ponte é intenso, gerando muito congestionamento em determinados horários e nas vésperas e finais de feriadões prolongados. A média é de 140 mil veículos por dia ou 400 mil pessoas. A ponte é também uma importante via de ligação às praias da Região dos Lagos, área turística do estado do Rio de Janeiro.

O seu projeto era algo pensado há muitos anos, sempre com o intuito de ligar o Rio e Niterói. Mas somente nos anos 60 foi formada uma comissão para viabilizar a construção, cujas obras tiveram início em janeiro de 1969.

 

gigantesca Ponte Rio Niterói RJ

Ponte Rio Niterói RJ

Ponte Rio Niterói – História

Em março de 1974 finalmente  a obra foi entregue à população, hoje é a sexta maior ponte do mundo e um autêntico cartão postal do Rio de Janeiro. Mas apesar da sua grandiosidade, ela não tem dado conta do intenso fluxo de veículos diário. O poder público já avalia alternativas para desafogar o tráfego no local, inclusive estender linhas do metrô por debaixo d’água até Niterói, atravessando a Baía da Guanabara. Outra opção é uma ligação submarina mista, com metrô e carros, do Monumento Estácio de Sá, no Flamengo, ao Gragoatá, em Niterói. Sem dúvida, dois projetos grandiosos.

Uma das muitas curiosidades a respeito da construção da ponte Rio Niterói é que se todos os sacos de cimento utilizados na obra fossem postos um sobre o outro, a altura seria 1500 vezes maior que a do Pão de Açúcar. Esse é um dos motivos que fazem da ponte um espetáculo para os olhos. Quem vai ao Rio de Janeiro e não experimenta o gostinho de admirá-la, volta para casa com a sensação de que ficou faltando alguma coisa.

Conheça outros pontos turísticos do Rio de Janeiro