Problemas com a bagagemViajar é uma das melhores experiências pelas quais as pessoas passam. Conhecer uma nova paisagem, cultura, língua fazem parte deste lazer. E mesmo quando está tudo planejado e a viagem dos sonhos parece perfeita, alguns imprevistos podem acontecer. O mais temido entre os viajantes de avião é, sem dúvidas, o extravio da bagagem e outros problemas que possam acontecer com ela. De cada três mil malas extraviadas no mundo uma nunca mais volta a mão dos seus donos. E para não deixar de se levar pelo desespero é importante saber o que fazer nesta situação.

 

A bagagem extraviada

 Antes de tudo é importante que a sua bagagem seja devidamente identificada, do lado de dentro e fora com etiquetas contendo nome, endereço e telefone do dono. O cadeado na mala, de preferência resistente, também deve fazer parte da segurança de suas malas. Caso você se dê conta que a bagagem não está na esteira o primeiro passo é ir até o balcão da companhia na área de desembarque. A bagagem tem um prazo de 30 dias para ser localizada e entregue no endereço do passageiro, e um prazo de 21 dias no caso de viagens internacionais. Caso tenha algum problema com a companhia aérea o passageiro pode recorrer a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e abrir uma reclamação contra a companhia.

Após estes prazos o passageiro deve ser indenizado pela companhia. Uma forma de prevenir é fazer uma declaração dos itens que estão na mala, e para isso a companhia pode cobrar uma taxa. Porém o valor indenizado será equivalente ao que foi descrito. Na hora de fazer um seguro de viagem opte por um que possua cobertura de malas extraviadas.

 

Bagagem danificada ou furtada

 Além do extravio de bagagem ela pode ser danificada ou furtada durante o percurso. No caso de bagagem danificada no mesmo momento pode ser aberta uma reclamação na companhia aérea na área de desembarque. A comunicação de danos pode ser feita em até sete dias. Caso a mala seja furtada, ou seja, você sinta que tem algum item faltando faça um registro na seção de desembarque da companhia aérea e um boletim de ocorrência na policia. As companhias aéreas têm total responsabilidade com a bagagem do momento em que ela é despachada até chegar às mãos do passageiro.